Sade faz o público do Rio vibrar com show

Nos anos 80 e 90, as músicas de Sade foram a trilha sonora que embalou muitos romances. Pela primeira vez no Brasil, a cantora sabe disso: em sua apresentação sábado, na HSBC Arena, apenas sete das 21 músicas eram do CD mais recente, Soldier of Love, lançado em 2010. Mostrando um sucesso atrás do outro, a nigeriana deu um clima nostálgico ao lugar e foi ovacionada pelo público.

Sem aparentar seus 52 anos, Sade surgiu no palco às 21h58 (com meia hora de atraso). A plateia, formada na maior parte por gente de 30 anos para cima, esperou por anos para ver a cantora ao vivo. Ela retribui. “Boa noite, Rio”, arriscou em português. “Quando eu era pequena, queria com todo meu coração vir ao Brasil, especialmente ao Rio de Janeiro, que é lindo”, disse, agora em inglês.

O setlist, o mesmo em todos os shows da turnê, abriu com “Soldier of Love”, do disco de mesmo nome. Mas bastaram os primeiros acordes da segunda música da noite, “Your Love is King”, para que o público fosse ao delírio, o que se repetiu em hits como “Smooth Operator”, “Is it a Crime” e “No Ordinary Love”, entre outros, irresistíveis no timbre aveludado e sexy da cantora.

Visualmente, o show faz jus ao clima cool das canções. Com a elegância de sempre, Sade usou quatro figurinos diferentes. Um telão dialoga com o show e os músicos (os mesmos desde o primeiro disco, de 1984) são revelados e “escondidos” por um jogo de luz e sombra. Em alguns números, um tecido na frente do palco recebe projeções. Inebriado, o público vibrou a cada surpresa, embarcando no mágico túnel do tempo proposto por Sade.

(matéria publicada ontem no jornal O Dia)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.